Logística reversa é o nome dado para o processo de devolução de um produto comprado pela internet. A partir do momento que você tem um e-commerce, vai precisar lidar com clientes querendo fazer trocas ou devoluções.

É o sapato que não serviu, a blusa que não tem um caimento legal, a mochila que tem uma cor diferente da foto do site, etc. Independente do motivo, consumidores do e-commerce eventualmente devolvem as suas compras.

Esse processo é bastante prejudicial, tanto para o comprador — que está ansioso para usar o produto — quanto para o empreendedor  — que precisa gastar dinheiro e tempo da equipe durante a logística reversa.

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae em parceria com o E-commerce Brasil descobriu que 6,7% do faturamento de um e-commerce é destinado à logística reversa. Esse valor é muito alto e pode trazer prejuízos para os donos de lojas virtuais, que vão além do monetário! Outro estudo produzido pelo E-bit descobriu que 47% dos consumidores diminuem os seus hábitos de comprar pela internet quando têm que devolver um produto.

Todos esses dados servem como um alerta.

As trocas inevitavelmente vão existir. Porém, as lojas virtuais não podem perder os clientes que já tem por conta desse fato. O que deve ser feito, então, para que os consumidores continuem ativos, mesmo devolvendo os produtos? A resposta é: diminuindo o esforço do cliente para ser atendido e melhorando a experiência da logística reversa.

Além da decepção de não poder usar os produtos comprados, a burocracia e perda de tempo presentes na logística reversa são as áreas que mais irritam o consumidor. E foi justamente por isso que nós, da Send4, decidimos olhar com mais atenção para a logística reversa.

Em geral, o processo de devolução tradicional funciona assim:

O cliente entra em contato com o SAC, informando que deseja realizar a troca. O atendimento pede uma série de informações para validar esse processo. O consumidor precisa aguardar a geração de um código de devolução. Depois disso, deve levar até os Correios o item que deseja devolver. Os Correios entregam essa caixa para o departamento responsável por trocar no e-commerce. Esse departamento avalia se o item está em bom estado e faz o encaminhamento para que a nova mercadoria seja despachada. A nova mercadoria é separada, embalada e despachada pelos Correios ou transportadora. Essas empresas levam alguns dias para finalmente entregar o item para o consumidor.

Com o objetivo de tornar a logística reversa mais barata e ágil, nós criamos o Troque Fácil, que conta com integração com as principais plataformas de e-commerce usadas no país, como Magento, VTEX e Loja Integrada.

 

troque fácil e aumente a retenção do seu e-commerce

 

O Troque Fácil da Send4 funciona da seguinte maneira:

  1. Ao cadastrar o seu e-commerce no Troque Fácil, você terá um hotsite exclusivo para as devoluções da sua loja, que é gerenciado por nós e controlado por você.
  2. O consumidor faz o pedido de troca ou devolução por meio desse hotsite, que estará integrado ao seu e-commerce.
  3. O consumidor pode escolher se deseja entregar o produto num dos nossos pontos de retirada, ou pelos Correios.
  4. Se ele escolher os pontos de retirada, conseguimos deixar tudo ainda mais rápido. Isso porque os nossos parceiros nesses estabelecimentos já farão a remessa com  avaliação prévia do estado do produto. Agora, se o consumidor escolher os Correios, ele receberá imediatamente o código de postagem e poderá fazer a devolução com muito mais agilidade.
  5. Isso garante que, assim que vocês tiverem o OK desse time, um novo produto já possa ser despachado para o comprador. Assim, a nova mercadoria chegará rapidamente até o consumidor final.
  6. Todas as validações necessárias (prazo de entrega, produto, etc) são feitas automaticamente pelo sistema.

 

Essa ferramenta de logística reversa é tão customizável e simples de implementar, que e-commerces de moda de todos os tamanhos estão usando.

Desde a gigante Osklen até pequenos e médios lojistas, como a Boutique Infantil já estão usando com bons resultados em satisfação e corte de custos operacionais.

Outros negócios, com operações em canais tradicionais, como a Stone, também estão aplicando o Troque Fácil para aumentar a recuperação de ativos!

Quer saber mais sobre como adotá-la na sua loja virtual? Então clique aqui e saiba mais.

 

automatize o processo de logística reversa

Deixe uma resposta